julho 2019 30
ISO de inovação: como aumentar a competitividade das empresas brasileiras?
Posted By : Alexandre Pierro
Comentários desativados em ISO de inovação: como aumentar a competitividade das empresas brasileiras?

Grande parte do sucesso e crescimento constante de empresas multinacionais deve-se ao fato de que elas seguem diretrizes e padrões internacionais de qualidade, gestão e metodologia. Elas já chegam aqui seguindo essas regras, e quando

julho 2019 29
Como me tornar mais criativo?
Posted By : Marilia Cardoso
Comentários desativados em Como me tornar mais criativo?

Você se considera criativo? Muitas pessoas pensam que criatividade é um dom especial que poucos tem. Outros acham que se tornam mais criativos quando trabalham sobre pressão, remetendo àquele velho ditado de que a necessidade

julho 2019 23
Cinco inovações que surgiram de um erro
Posted By : Marilia Cardoso
Comentários desativados em Cinco inovações que surgiram de um erro

Correr riscos é uma das premissas básicas de quem quer fazer algo novo. Precisamos errar rápido para acertar mais rápido ainda. E, como o erro é inevitável, precisamos usá-lo a nosso favor. Vários produtos que

julho 2019 18
Brasil recebe primeira certificação ISO de inovação
Posted By : Alexandre Pierro
Comentários desativados em Brasil recebe primeira certificação ISO de inovação

ISO 56.002 foi publicada no dia 15 de julho, em Genebra, na Suíça Inovar se tornou uma necessidade cada vez mais latente nas empresas, independentemente de porte ou segmento. Embora pareça complexo e sinuoso, esse

julho 2019 18
ZMOT: como entender o consumidor 4.0?
Posted By : Marilia Cardoso
Comentários desativados em ZMOT: como entender o consumidor 4.0?

O cliente sempre tem razão? Você pode acreditar que sim ou até discordar dessa afirmação tão popular no mundo dos negócios. Mas, se tem uma coisa que hoje não há mais a menor dúvida, é

julho 2019 17
Os desafios da integração homem-máquina
Posted By : Alexandre Pierro
Comentários desativados em Os desafios da integração homem-máquina

Por Alexandre Pierro Existe uma discussão que já dura algumas décadas: a potencial substituição da mão de obra humana pela mão de obra das máquinas. Isso já foi matéria para a reflexão em várias camadas